ACM Neto anuncia 100 novos respiradores para Salvador e novo prazo para comerciantes pagarem IPTU

-
Foto: Reprodução/Redes sociais

O prefeito ACM Neto anunciou, em entrevista coletiva desta terça-feira (14), que 100 novos respiradores vão complementar o sistema de saúde no combate ao coronavírus em Salvador. Do total, 50 já chegaram à capital e os outros 50 devem chegar durante esta semana.

“Nós recebemos 50 respiradores, doados pelo governo federal. Além desses respiradores, nós adquirimos outros equipamentos, com doação de empresas privadas. Esses 100 respiradores são muito importantes para nossa cidade. Os 50 respiradores que vão chegar ao longo dessa semana, e que serão distribuídos nos nossos hospitais, foram importados por uma empresa privada, que está cedendo em comodato para prefeitura, até o fim da pandemia”, explicou ACM Neto.

O prefeito detalhou que os equipamentos importados e doados por uma empresa privada já estão no Brasil e aguardam apenas a liberação da Vigilância Sanitária.

“Será uma cessão em comodato, nós vamos usar ate o momento que for preciso, depois a prefeitura devolve para a empresa privada que está fazendo essa cessão de uso, e os 50 respiradores deste prestador privado chegarão ainda esta semana. Já estão em São Paulo, aguardando apenas a liberação da Vigilância Sanitária, e a informação que nós temos é de que inclusive podem estar chegando amanhã [quarta-feira, 15] em Salvador.

Para o prefeito, esses respiradores vão permitir a ampliação dos leitos da capital e, consequentemente, a diminuição das taxas de ocupação e reabertura do comércio em Salvador.

“Esse esforço final é o que vai permitir que alcancemos a taxa de 75% de ocupação e, assim, viabilizarmos a retomada das atividades econômicas com segurança, com responsabilidade e com a confiança de que não há risco de colapso no sistema de saúde”, disse.

O prefeito falou também sobre as questões relacionadas às taxas de ocupação, que determinam a reabertura do comércio.

“Ontem à noite fechamos com taxa de ocupação de 78%, foi a menor dos últimos 40 dias, na série histórica acompanhada pela prefeitura. É bom lembrar que a gente vinha em 80% por muito tempo. Eu quero dizer que com as entregas que a gente fará nessa semana, certamente nós chegaremos aos 75% e nele ficaremos já na próxima semana, o que, portanto, nos permitirá dar inicio à retomada das atividades econômicas na sua primeira fase”.

O prefeito falou também sobre o projeto anunciado em conjunto com o governador Rui Costa, com relação ao pagamento de R$ 500 a pacientes com Covid-19 que aceitem ficar em centros de acolhimento.

“As taxas de Salvador vêm melhorando muito. O ritmo da Covid é cada vez menor em Salvador e é ainda mais fundamental assegurar o isolamento adequado. Foi por isso que lançamos aquele plano. Dentro desse contexto, nós estamos montando estruturas especiais nas nossas UPAs, para que pessoas com problemas respiratórios leves, sintomas leves da Covid-19, sejam testados nas UPAs e, se confirmando positivo, a nossa ideia é que esse paciente possa, a partir de um sistema de transporte da prefeitura, ser encaminhado diretamente para o acolhimento”, explicou o prefeito.

Ele detalhou que o paciente sairá direto das UPAs, em um transporte promovido pela prefeitura, para a unidade de acolhimento.

“Nós estamos disponibilizando veículos, motoristas, inclusive fazendo seleção de motoristas que já tiveram a Covid, porque isso protege aquele motorista que está imune, porque já teve a Covid, porque ele vai ter que transportar o paciente da UPA até a unidade. A ideia é que: chegou com sintomas leves, fez teste do coronavírus, deu positivo, por essa estrutura será levado para acolhimento da unidade, passa a ter todo o acompanhamento lá dentro, com direito a refeição, a um abrigamento seguro e confortável, e também passa a ter direito aos R$ 500”.

IPTU de comerciantes e reabertura
Outros anúncios feitos pelo prefeito foram direcionados aos comerciantes de Salvador. O pagamento do IPTU do próximo mês só terá vencimento em dezembro.

“Os empresários que continuam com as atividades suspensas ao longo do mês de julho só precisarão pagar o IPTU do mês de agosto em 15 de dezembro. São mais de 29 mil empresas que estão incluídas nessa relação”.

Outra medida é para quem passou a ter dívidas com o município, que não conseguiu pagar os impostos depois do início da pandemia.

“A decisão da prefeitura é de não negativar, portanto não colocar no cadastro e inadimplentes, aqueles que passaram a ter alguma dívida com o município depois do dia 15 de março. As certidões emitidas pela prefeitura, para essas pessoas, serão dadas com a data do dia 15 de março. A gente sabe que muita gente que vinha pagando corretamente os impostos passou a ter dificuldade depois da pandemia. No entanto, não precisa, por exemplo, se habilitar a tomar um empréstimo, a buscar dinheiro no banco”, disse o prefeito. (G1/BA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui