Ainda não identificado, corpo de criança permanece custodiado há 3 anos no DPT de S. A. de Jesus, diz coordenador

-
Foto: Reprodução

Por vezes, corpos ficam custodiados por algum tempo no Departamento de Policia Técnica (DPT), sem serem reclamados pela família. Em entrevista concedida a Andaiá FM nesta terça-feira (08), o Coordenador do DPT de Santo Antônio de Jesus, Dr. Lino Oliveira informou que em agosto de 2017, quando assumiu a coordenação, haviam 17 corpos não identificados, destes hoje há apenas um corpo. Dr. Lino informou que trata-se de uma criança que ainda está custodiado aguardando ser reclamado por familiares.

Segundo ele, todos os demais foram encaminhados com respostas para exames de DNA, e outros corpos que foram inumados por não terem nenhum tipo de reclamação pertinente. “No DPT há fotografias, amostras de material genético para caso apareça alguém, temos todas as informações necessárias para quem sabe futuramente fazer o exame de DNA pedindo a presença de familiares para reconhecimento e indicar onde o corpo será sepultado”, concluiu.

Redação: Voz da Bahia