Após fake news, governo da Bahia vai processar servidor da Câmara dos deputados

-

O governo da Bahia entrará com um processo contra o servidor da câmara dos deputados, Cláudio Lessa, após o mesmo publicar um vídeo que indicava uma superlotação em um hospital da Bahia. Porém, no conteúdo postado no YouTube, com o título “O Brasil em 16 de setembro” as imagens que aparecem são de um hospital do estado de Alagoas.

Apoiador do presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido), Lessa, que é analista legislativo em Comunicação na Câmara, publica vídeos com temáticas políticas quase diariamente. Na filmagem em questão, Rui Costa é chamado de “desgovernador corrupto”, já o gestor municipal, ACM Neto, é chamado de “perfeito baiano burro”.

Em pronunciamento, a Câmara se posicionou em relação ao caso informando que “não tem conhecimento nem se responsabiliza por atividades de natureza pessoal desempenhadas por integrantes do seu quadro de servidores”.

(A Tarde)