Artista visual baiano assassinado há um ano no Imbuí é homenageado na Alemanha

Foto: Divulgação/ Reprodução/ Paul Shweizer

O artista visual baiano, Jailson Galdino de Souza Santos, o Scank, assassinado na madrugada de 13 de fevereiro de 2020, aos 27 anos, enquanto pintava um muro no bairro do Imbuí, ganhou uma homenagem por sua história, em que engloba um mural em Tubinga, na Alemanha, onde a vítima e sua mãe Nice são retratadas pelo artista El Ninõ e outros artistas alemães. As informações são do Alma Preta.

O assassinato do artista completou um ano sem resposta à família. Na ocasião, ele levou um tiro e foi espancado. A homenagem permanente será pintada em um centro cultural, que foi ocupado em 1972 por jovens artistas e militantes. Além disso, o espaço é considerado histórico e cultural para as lutas alternativas e de anti autoritarismo da cidade alemã.

Além da homenagem na Alemanha, amigos e familiares de Scank também lançaram no dia 13 de fevereiro uma exposição virtual com a obra do artista.

(A Tarde)