Baiana é aprovada para doutorado em Portugal e precisa de ajuda para custear o curso

-Joelma Maia dos Santos
Foto: Reprodução / Vakinha

A baiana Joelma Maia dos Santos, de Feira de Santana, graduada e mestra em História, foi aprovada para um curso de doutorado no Instituto Universitário de Lisboa, em Portugal. Aluna de escola pública na infância e na adolescência, a historiadora declara-se de baixa renda e iniciou uma “vaquinha” online para financiar seu período acadêmico na Europa.

“Levando em consideração minha trajetória de vida como mulher negra e periférica e conhecendo de perto as desigualdades geradas pelo estrutura da sociedade – condição que me levou a realizar todos os meus projetos com muita dedicação, organização e competência – tenho dedicado minha vida aos estudos africanos, tema de total interesse e relevância para entender questões étnico-raciais, sobretudo no Brasil”, diz Joelma.

“Agora na continuação de minha trajetória, fui aprovada em um curso de doutorado no ISCTE Instituto Universitário de Lisboa, sem bolsas de estudo. Sou uma aluna de baixa renda e por isso fiz essa vaquinha. Ela tem como objetivo arrecadar o máximo possível para financiar meus estudos em Portugal”, completou a historiadora.

Com meta de alcançar R$ 40 mil, a vaquinha já teve 288 doações e supera R$ 19 mil. Segundo Joelma, o valor arrecadado ajudará a custear, durante um semestre, despesas como mensalidade, deslocamento, moradia e alimentação. Para participar da vaquinha da doutoranda baiana, basta clicar aqui e contribuir. (BN)