Bolsonaro ameaça demitir presidente do Banco do Brasil quatro meses após posse

-
Foto: Arquivo/Agência Brasil

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), ameaçou demitir o presidente do Banco do Brasil, André Brandão, após anúncio de plano de demissão voluntária da instituição. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a possível decisão já é comentada por auxiliares no Palácio do Planalto. Brandão tomou posse há quatro meses.

Na última segunda-feira (11), o Banco do Brasil informou que serão encerradas 361 unidades, sendo 112 agências, no país. As medidas foram aprovadas para reduzir a estrutura organizacional do bando.

A expectativa é que ao menos 5 mil funcionários possam aderir a uma das duas modalidades de desligamento incentivado voluntário.

(Bahia.ba)