Coração de Maradona estava dilatado e pesava cerca de meio quilo, aponta legista

-
(Reprodução)

A autópsia do corpo de Diego Armando Maradona indicou com o coração do ex-jogador argentina estava bastante dilatado e pesando cerca de meio quilo. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 2, pelo jornal espanhol As.

Segundo o legista, a situação que se apresentava o coração do argentino era muito preocupante, estando muito acima do tamanho e do peso ideal para o mesmo. Normalmente, o órgão muscular deve ter as medidas de um punho fechado e pesar algo entre 250 e 300 gramas.

Aos 60 anos, Maradona faleceu no início da semana passada, por volta de meio-dia, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória. O ex-jogador se encontrava em sua casa, na cidade de Tigre, município vizinho de Buenos Aires.

De acordo com o chefe dos fiscais da prefeitura de San Isidro, John Broyad, as análises preliminares haviam afirmado que a morte teria sido de causas naturais, sem sinais de violência. No entanto, uma autópsia ainda será realizada para que haja a confirmação desta versão.

A saúde do craque argentino se encontrava bastante precária desde o início do mês, quando ele precisou ser operado de um hematoma subdural. Na sequência, por decisão familiar e médica, Maradona permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool.