Em jogo atrasado da Série A, Grêmio bate o Goiás em casa por 2×1

-
Com vitória, Grêmio igualou pontuação do G4 do Brasileirão (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Em jogo atrasado da sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio não encontrou dificuldade para despachar o Goiás nesta segunda-feira (30). Em casa, o time gaúcho venceu por 2×1, chegou à marca de 14 partidas sem perder na temporada, consolidou a boa fase e encostou nos líderes.

Os anfitriões dominaram o adversário, mas não construíram uma goleada em razão das difíceis defesas do goleiro Tadeu, que, no entanto, foi responsável direto pelo primeiro gol de Jean Pyerre ao falhar na saída de bola. Na etapa final, não teve culpa no gol de Maicon. O time goiano descontou com o jovem João Marcos.

O Grêmio é o sétimo colocado, com 37 pontos, mesma pontuação de Inter, Palmeiras e Santos, que aparecem à frente, na quarta, quinta e sexta posições, respectivamente, por terem mais vitórias. São 11 triunfos e três empates nas últimas 14 partidas do time de Renato Gaúcho, que superou Oswaldo Rolla e se tornou o técnico que mais vezes dirigiu a equipe, com 384 jogos.

Lanterna do Brasileirão, o Goiás estava confiante pelos dois últimos resultados – vitória sobre o Palmeiras e empate com o Fortaleza fora de casa. No entanto, voltou a ser derrotado e segue afundado na última posição, com 16 pontos, a nove do Sport, o primeiro fora da zona do rebaixamento.

O Grêmio tem compromisso pelo jogo de volta das oitavas da Libertadores contra o Guaraní, do Paraguai, na próxima quinta-feira (3), em casa. Depois, no domingo (6), às 16h, recebe o Vasco, em duelo da 24ª rodada do Brasileirão. No dia seguinte (7), às 20h, o Goiás encara o Atlético-GO.

Atuando em sua arena, o Grêmio jogou com quase toda a força máxima e foi superior ao Goiás em boa parte da partida, especialmente no primeiro tempo, em que só não desceu aos vestiários com larga vantagem porque não estava com a pontaria tão afiada e em virtude da atuação de Tadeu, que fechou o gol.

Aos seis, o goleiro defendeu o cabeceio de Diego Souza. Dois minutos depois, ele reapareceu para salvar o time goiano em finalização de Luiz Fernando. Tadeu, porém, cometeu um erro grave ao sair jogando e deu um presente para Jean Pyerre. O meio-campista finalizou praticamente com a meta aberta e abriu o placar aos 18 minutos para marcar seu quinto gol no ano, o quarto nos últimos seis jogos, e consolidar a boa fase. No lance, destaque para a marcação por pressão da equipe, dificultando a saída de bola do rival.

Muito recuados, os visitantes só foram responder aos 30 minutos, com Fernandão, que parou em Vanderlei em arremate na grande área. Foi a única oportunidade perigosa da equipe esmeraldina, que atuou em Porto Alegre buscando apenas o empate.

No final, os anfitriões ainda perderam mais duas chances, ambas com Ferreira, outro a ser barrado por Tadeu. Na primeira, o atacante recebeu ótimo passe em profundidade de Jean Pyerre e finalizou rasteiro para a linda defesa do goleiro esmeraldino, com os pés.

O confronto foi franco na etapa final. O time gaúcho seguiu no ataque na tentativa de ampliar o placar, e os goianos, em desvantagem, voltaram mais organizados com as alterações promovidas por Glauber Ramos e decidiram apostar nos contra-ataques. A nova postura quase deu resultado aos seis minutos, quando David Duarte cabeceou na trave após escanteio da direita.

A equipe de Renato Gaúcho respondeu aos 15 e também acertou a trave, em arremate de Luiz Fernando. Quatro minutos depois, o Grêmio chegou ao segundo gol. Jean Pyerre, melhor em campo e um dos poucos meias clássicos do futebol brasileiro, deu lindo passe para Ferreira na ponta esquerda. O jovem cruzou rasteiro para Maicon mandar para as redes. O meio-campista comemorou duas vezes, já que o lance havia sido anulado por impedimento. Mas depois o gol foi confirmado, com a revisão do VAR.

Com 2×0 no placar, o Grêmio poderia jogar tranquilo para administrar o resultado. No entanto, deu espaços ao Goiás, que não demorou a reagir e diminuiu aos 25 minutos. O jovem atacante João Marcos, que acabara de entrar, recebeu nas costas da defesa e bateu forte para as redes para marcar o seu primeiro gol como profissional. A reação não passou disso e a equipe gaúcha conseguiu sustentar o triunfo até o final.

FICHA TÉCNICA

Grêmio 2×1 Goiás

Grêmio: Vanderlei; Victor Ferraz (Orejuela), Pedro Geromel, Rodrigues e Diogo Barbosa; Maicon (Lucas Silva), Matheus Henrique e Jean Pyerre; Luiz Fernando (Everton), Diego Souza (Churín) e Ferreira (Pepê). Técnico: Renato Gaúcho.

Goiás: Tadeu; Taylon (Heron), David Duarte, Fábio Sanches e Jefferson; Breno, Ariel Cabral, Miguel Oliveira (Henrique Lordelo) e Shaylon (João Marcos); Keko (Rodrigues) e Fernandão (Rafael Moura). Técnico: Glauber Ramos.

Gols: Jean Pyerre, aos 18 minutos do primeiro tempo; Maicon, aos 19, e João Marcos, aos 25 minutos do segundo tempo.
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF).
Cartões amarelos: David Duarte, Miguel Figueira, Rodrigues e Lucas Silva.
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).