HGRS sedia cirurgia gravada em 360º, considerada inédita no mundo

-
Reprodução

Maior hospital do Norte-Nordeste, o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) foi palco da primeira cirurgia gravada em 360 graus do mundo. A ação foi conduzida pelo urologista Fábio Sepúlveda, para transmitir um procedimento para tratamento de cálculo renal, e apresentada no Congresso Paulista de Urologia, terceiro maior evento internacional da especialidade, realizado entre os dias 12 e 14 de novembro.

Trata-se, conforme conta o médico, de um projeto inovador para substituir o modelo tradicional de acompanhamento presencial de cirurgias. As ferramentas de realidade virtual e realidade aumentada garantem a experiência imersiva no ambiente, o que proporciona liberdade plena de visão ao espectador.

“A última barreira que faltava ser quebrada na educação médica era a transmissão de conteúdo relativo à técnica cirúrgica, quando, ao se assistir uma cirurgia ao vivo, pode-se obter o máximo da experiência e retenção de conteúdo”, diz Fábio Sepúlveda.

O urologista levou 14 meses para desenvolver e aprimorar a ferramenta VR – Residente Virtual. O projeto é resultado de uma parceria com a empresa baiana XC Filmes, especializada em produção de vídeos. Para o diretor-geral do HGRS, o anestesiologista José Admirço Lima Filho, o projeto representa um marco para o ensino, pesquisa e assistência pública.
Repercussão

Urologistas de renome nacional e internacional comentaram sobre a ação. Entre eles a maior autoridade mundial em cirurgia de cálculo renal, o espanhol Jose Gabriel Valdivia Uria, que afirmou nunca ter presenciado tanta beleza e perfeição em um procedimento de endourologia.

A colombiana Catalina Solano, encantada por poder enxergar detalhes tão reais da cirurgia, contou que assistiu duas vezes à gravação. Já o urologista asiático Vineet Gauhar definiu a experiência imersiva como brilhante.

(Bahia Econômica)