Itaju do Colônia: Índia pataxó de 28 anos é morta a tiros pelo companheiro; suspeito diz que foi acidente

-
Mulher indígena de 28 anos é morta a tiros pelo companheiro no sul da Bahia — Foto: Associação Nacional de Ação Indigenista

Uma mulher indígena de 28 anos foi morta a tiros pelo companheiro no município de Itaju do Colônia, no sul da Bahia. A informação foi confirmada pela delegacia da cidade e pela Associação Nacional de Ação Indigenista (Anaí).

O caso aconteceu na noite de sábado (30), na casa onde a vítima morava. Não há informações sobre a motivação do crime. Laurena Ferreira Borges, do povo Pataxó Hãhãhãe, era mãe e conselheira local de saúde.

De acordo com informações da delegacia, Jeferson Dias Souza foi preso por volta de 15h de domingo (31), no distrito de Palmira. O suspeito confessou o crime e disse que foi um tiro acidental. Ele foi levado para a delegacia de Itabuna e será ouvido na terça-feira (2).

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) divulgou uma nota de pesar lamentando a morte da indígena e ressaltou a importância do combate à violência contra mulheres.

“É com nossos profundos sentimentos que escrevemos esta nota; sentimento de pesar pela sua violenta partida e sentimento de respeito pela sua luta, seu exemplo e sua resistência. O assassinato de Laurena, que teve a vida tirada pelo seu marido, Jeferson Dias Souza, explicita ainda mais a importância do combate à violência contra mulheres […]”, diz nota.

Nota de pesar lamentando a morte da indígena — Foto: Reprodução/Conselho Indigenista Missionário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui