Luisa Mell critica radialista que sugeriu envenenar cães de rua: ‘Irrespónsável’

-
Foto: Reprodução

A protetora animal Luisa Mell ficou indignada com um comentário de um radialista da Rádio Independente, de Lajeado (RS). Em um debate sobre a situção dos cachorros que vivem na rua, o apresentador sugeriu envenenar os bichos, colocando estricnina em pedaços de carne para atraí-los.

“Inacreditável! Radialista manda dar estricnina (veneno) em carne para cachorro para acabar com o problema de cachorros de rua na cidade! Eu tô horrorizada, chocada… o outro ainda dá risada! Além de irresponsável e nojento, sua atitude é criminosa!”, escreveu Luísa em suas redes sociais.

O comentário gerou protestos nas redes sociais. A Apama, uma associação de protestores, protocolou uma denúncia contra a rádio na promotoria de Justiça de Lajeado.

A rádio divulgou comunicado afirmando que o comentário foi uma opinião particular do radialista, que não teve nome divulgado, e garantiu que a empresa apoia a causa animal.

“Deixamos claro que foi uma posição particular do comunicador no momento em que o tema era debatido na nossa programação. A Rádio Independente faz questão de afirmar que apoia a causa animal e que sempre abriu espaço para organizações que a defende, o que continuará fazendo”, diz a nota.

Lei a íntegra do comunicado da Rádio Independente:

A Rádio Independente vem a público se manifestar sobre um comentário feito por um dos nossos colaboradores na manhã desta sexta-feira (3), relacionado a animais em situação de rua. Deixamos claro que foi uma posição particular do comunicador no momento em que o tema era debatido na nossa programação.

A Rádio Independente faz questão de afirmar que apoia a causa animal e que sempre abriu espaço para organizações que a defende, o que continuará fazendo.

Além disso, através de anúncios feitos em nossos microfones, centenas de animais perdidos foram encontrados e puderam voltar ao convívio com seus tutores. Neste sentido, cestas básicas são doadas pelas pessoas que procuram a emissora para encontrar seus pets. Os alimentos são destinados para famílias carentes.

Medidas internas também estão sendo tomadas para que episódios como este não voltem a acontecer. Lamentamos o ocorrido. (Correio)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui