Número de casos da Covid-19 em Feira de Santana cresceu 440% em três semanas

-
Foto: Prefeitura de Feira

O número de casos confirmados da Covid-19 em Feira de Santana disparou nas últimas três semanas. No dia 15 de maio, o maior município do interior baiano registrava 170 contaminados. Nesta sexta-feira (5), o número chegou a 919, o que representa um crescimento de 440% em três semanas.

Entre esses casos, 26 foram registrados apenas nesta data. São 648 ativos, 227 recuperados e 15 óbitos. Outros 243 moradores da cidade são considerados casos suspeitos e aguardam resultado de exame.

Feira de Santana foi uma das cidades do interior baiano que decidiu reabrir o comércio em plena pandemia. A medida foi criticada há três semanas pelo secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, que afirmou que o município era um exemplo do que não fazer.

No mesmo dia, o prefeito feirense Colbert Martins (MDB) chegou a rebater as declarações do secretário, dizendo que o crescimento da contaminação pelo novo coronavírus em Feira estava abaixo da média do estado.

Em 18 de maio, a prefeitura de Feira decidiu fechar novamente o comércio, devido à curva crescente da contaminação na cidade, com a chegada a 213 casos confirmados da Covid-19.

Os números foram crescendo e, em 26 de maio, o governador Rui Costa (PT) demonstrou preocupação com a curva de crescimento da doença em Feira de Santana, acendendo um “sinal vermelho” quando a cidade alcançou a marca de 403 casos.

Nesta sexta (5), após Colbert anunciar um fechamento mais rígido em três bairros da cidade, a Secretaria Municipal de Saúde publicou um novo boletim, que apontava a chegada de Feira à marca de 919 casos confirmados do novo coronavírus, tornando-se um dos principais focos da pandemia no interior baiano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui