Operação conjunta das polícias para coibir brigas de facções culminou em dois presos e um morto em S. A. de Jesus

Delegacia de Santo Antônio de Jesus

A polícia civil e militar de Santo Antonio de Jesus estão realizando uma operação conjunta devido crise gerada na segurança em relação a briga entre facções de drogas que resultou em 3 homicídios desde o último fim de semana.

“Devido ao homicídio do último sábado (23) houve uma retaliação e o grupo rival que efetuou mais dois homicídios ontem e hoje, e a informação policial é que haveria uma retaliação do outro grupo”, disse o Coordenador da 4ª Coorpin, Dr. Edilson Magalhães. Em entrevista concedida a Rádio Recôncavo FM nesta terça-feira (26), ele emitiu detalhes sobre esta guerra entre grupos de tráfico e as prisões de dois homens e a morte de um indivíduo.

No cumprimento do mandado de prisão por tráfico e homicídio, o indivíduo conhecido como ‘Shrek’ acabou resistindo em troca de tiros com a policia e veio a óbito. O mesmo tinha várias passagens pela polícia.

O homem conhecido como ‘Igo’ foi preso em uma residência na Rua dos Humildes com grande quantidade de drogas. Ao perceber a presença policial, ele tentou evadir com uma mochila cheia de drogas pelos fundos da casa, porém lá havia uma guarnição.

Outro individuo conhecido como ‘Tico’, também traficante da outra facção se encontra na delegacia para ser flagranteado.

Dr. Edilson afirmou que os dois foram presos com grande quantidade de drogas, aproximadamente 30 kg entre maconha e cocaína.

Quanto ao crime ocorrido nesta tarde desta terça, filmado pelos próprios criminosos no bairro da Rádio Clube, de acordo com Edilson, essas brigas rivais usam crueldade para mostrar força e intimidar o outro grupo. “Já temos informações nomes de alguns suspeitos e agora vamos trabalhar para a prisão destes indivíduos”, disse.

Ainda segundo o delegado, as equipes da polícia civil e militar conseguiram mobilizar mais de 50 homens para esta operação que continuará até que seja dado uma trégua em relação a essas brigas estre facções.

Redação Voz da Bahia