“Os 10 leitos de UTI para Covid em S. A. de Jesus estão ocupados, não somente com pacientes do município”, aponta Secretário de Saúde

Foto: Voz da Bahia

A prefeitura, através da Secretária de Saúde de Santo Antônio de Jesus realizou na noite desta terça-feira (19), uma coletiva de imprensa onde foram apresentados o Plano de Imunização Municipal e os primeiros vacinados contra a Covid-19 no município (assista aqui).

QUEM SERÃO OS PRIMEIROS IMUNIZADOS DA COVID:

O Voz da Bahia esteve presente nesta coletiva, onde o secretário de saúde Dr. Leonel Cafezeiro respondeu questões acerca dos critérios para a seleção dos primeiros a serem imunizados.

“Santo Antônio de Jesus recebeu nesta terça o primeiro lote com apenas 1.600 doses da CoronaVac (reveja aqui), de acordo com Dr. Leonel, são três as prioridades, porém, pela quantidade de vacinas recebidas não será possível imunizar toda essa população que faz parte do terceiro grupo dessa etapa”, revelou.

O secretário ainda expôs: “no primeiro momento os profissionais de saúde serão vacinados, conforme relação dos trabalhadores que estão a frente no combate a Covid em cada estabelecimento, em seguida serão vacinados as pessoas que estão em asilos que tenham 60 ou mais anos, e a terceira prioridade são as pessoas que tem 75 ou mais anos de idade que foram levantados pelos agentes comunitários de saúde e temos aproximadamente 2.600 pessoas identificados”, disse.

UTIs PARA COVID:

As 100% das UTIs (Unidades de Terapias Intensivas) de Santo Antônio de Jesus estão ocupadas, destes 10 leitos são do HRSAJ (Hospital Regional) e dois do Pronto Atendimento a Covid (PACovid), entretanto no boletim epidemiológico da prefeitura encontra-se seis internados (veja o boletim aqui).

Ainda de acordo com Dr. Leonel, há 5 leitos no HRSAJ que estão preenchidos não somente com pacientes de Santo Antônio de Jesus, ele informou que também que a UTI Clínica do Hospital Luiz Argolo estão com 3 pacientes que não são do município, “o hospital é regional, apesar de ser propriedade do município está cedido ao Estado, então se a gente tiver 5 pacientes, não podemos dizer que são todos da cidade. Estes dias não tivemos mais nenhum internado, tivemos algumas altas e estamos torcendo para que ninguém se interne mais”, acrescentou.

O secretário inseriu que os leitos da PA Covid e da UPA não podem ser contados como leitos de UTI porque são de observação, onde o paciente não pode passar mais que 48h internado, “ele segue logo a regulação e aí que vem a nossa dificuldade de conseguir um leito disponível”, revelou.

PLANO DE IMUNIZAÇÃO:

O plano de imunização não chegou a ser apresentado ao Conselho municipal de Saúde conforme solicitado pelo órgão, diante disso, o secretário foi questionado sobre a relação entre a Secretaria e o Conselho.

Leonel afirmou que a pressa às vezes nos faz pular etapas, “realmente estamos tocando isso as pressas, não tivemos nenhum contato com o Conselho de Saúde, que é o órgão fiscalizador, e eles tem que ter acesso, mas este plano ficou pronto ontem e hoje já fomos recebendo a vacina. Não estamos omitindo informação ao Conselho, reconheço a importância deste órgão, mas a pressa as vezes faz a gente pular etapas”, concluiu.

Reportagem Voz da Bahia