Prefeito de Vera Cruz contraria decreto e permite eventos com até 200 pessoas

-

Uma decisão que contraria o decreto do governador Rui Costa, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta sexta-feira, 4, o qual proíbe a realização de eventos como festas e shows na Bahia, sem limite mínimo ou máximo de participantes. Decisão essa tomada pelo prefeito de Vera Cruz, Marcus Vinicius (MDB), que proibiu a realização de eventos na rua, Réveillon e Carnaval na cidade. Porém, o decreto traz uma brecha, a qual permite que bares, clubes, arenas e casas de show vão poder realizar apresentações musicais na área interna, com 50% da capacidade de lotação – e o limite máximo de 200 pessoas.

Ao A Tarde o prefeito Marcus Vinicius disse que “barrou todos os eventos com potencial de aglomeração”.

“Não temos na cidade espaços maiores para realização de grandes eventos. Os barzinhos e barracas de praia têm mantido apenas os sons de voz e violão, ou mecânico, como subsistência para muitas pessoas e famílias. O problema real para Vera Cruz seriam os paredões de rua, Réveillon, blocos com trio, mini trio, e festas abertas, de real potencial de aglomeração, o que foi barrado pelo município”, disse.

O gestor reiterou”ser contra às medidas genéricas, sem que sejam conciliadas a realidade local”.

“Desde o início da pandemia, procurei uma equação em Vera Cruz para que, minimamente, se preserve a subsistência das pessoas sem prejudicar a proteção à vida. Cheguei até aqui agindo desta forma. Na prática, nosso decreto deixa em funcionamento pequenos barzinhos e barra os eventos que de fato causam aglomeração. Foi a minha opção local”, afirmou.

Marcus Vinicius disse que “as equipes dos órgãos municipais da cidade vão ficar responsáveis pela fiscalização.

“A Polícia Militar pode ser acionada caso haja necessidade para suspender e dispersar as atividades. Pode haver ainda apreensão de equipamentos de som, e multas.

O documento tem validade para meses de dezembro, janeiro e fevereiro, podedo ser prorrogado, a depender da duração da gravidade com a pandemia.

Decreto estadual

O governador do estado, Rui Costa, decretou a suspensão da realização de shows e festas em toda a Bahia. A decisão, que foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 4, faz parte do decreto nº 19.586. que prevê a proibição de “shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes”.

O decreto é válido até o próximo dia 17 de dezembro, com o indicativo de renovação. Na última quarta-feira, 2, o governo já havia prorrogado o decreto que suspende ainda as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada.