Primo critica Michelle Bolsonaro após morte de avó: ‘Pessoa mais ingrata que conheci’

-
Imagens: Reprodução/ Instagram @eduardodcastroo

Um primo de Michelle Bolsonaro não economizou nas críticas à primeira-dama do Brasil, após a morte da avó de ambos, na quarta-feira (12), vítima de coronavírus. Em seu perfil no Instagram, o youtuber Eduardo D’Castro apontou inconsistências na postura da prima e disse ter “muitas coisas pra falar” sobre a esposa de Jair Bolsonaro.

“A gente da família sempre defendeu muito ela. A gente sempre teve carinho muito grande por ela, só que, aquela coisa, né, o poder sobe à cabeça das pessoas. Ela se tornou uma pessoa que ninguém reconhece mais, que ninguém da família gosta. (…) Tenho muitas coisas pra falar, muitas coisas que a gente guardou durante anos pra defender o nome dela e a posição dela”, disse.

A sequência de vídeos começou com um “exposed” da primeira-dama – traduzido do inglês, o termo significa “exposição”, e é usado nas redes sociais para se referir à revelação de coisas consideradas polêmicas que as pessoas fazem ou já fizeram. D’Castro compartilhou com os seguidores a resposta de Michelle às suas críticas.

De acordo com o print divulgado, o perfil verificado da primeira-dama responde com ofensas e ameaças.

“Vou te processar por essa postagem. Acho melhor você rever sua postura em relação a essa postagem. (…) Cuidado com as suas postagens, seu moleque”, teria respondido Michelle.

Segundo D’Castro, aquela foi a primeira vez que a prima o respondeu nas redes sociais e, apesar do que disse, ele afirmou não temer as ameaças.

“Pessoa mais ingrata que conheci na minha vida. (…) Ela disse que vai me processar, me xingou, desceu o nível, nem parece primeira-dama. Não tenho medo dela, de quem ela é, das coisas que ela pode fazer, porque em momento algum falei mentiras a respeito dela”, disse.

Posicionamento oficial

Em nota divulgada na quarta-feira (12), a Secretaria de Comunicação Social do Palácio do Planalto afirmou que a primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu com pesar a notícia sobre o falecimento da avó e lamentou que alguns parentes tratem “certos momentos” com “oportunismo”.

“A primeira-dama permanece recolhida em casa em tratamento contra o novo coronavírus e espera que o momento de luto sja respeitado, acima de quaisquer questões pessoais e familiares”, finaliza a nota. (Bahia.ba)