Projeto aprovado no Senado pode tirar R$ 242 bilhões da Saúde e Educação nos próximos 20 anos

-
Foto : Arquivo/Agência Brasil

As áreas da Saúde e da Educação podem perder R$ 242 bilhões nos próximos 20 anos caso o presidente Jair Bolsonaro não vete trecho de um projeto de lei aprovado na quinta-feira (13) pelo Senado.

A proposta retira recursos do Fundo Social do Pré-Sal, que funciona como uma espécie “poupança de longo prazo” para a área social, para investir na expansão da rede de gasodutos do Brasil e para despesas correntes de estados e municípios. De acordo com o Estadão, as estimativas são do Ministério da Economia.

No período entre 2020 e 2040, o Fundo Social deve arrecadar R$ 500 bilhões com venda de óleo. O texto aprovado prevê direcionamento de R$ 97 bilhões para o Brasduto e R$ 147 bilhões para os fundos de participação de estados (FPE) e municípios (FPM), que podem ser utilizados por governadores e prefeitos para arcar com qualquer tipo de despesa. (Metro1)