Promotor critica o fechamento do comércio de SAJ e acredita na fala do médico sobre medicamento na prevenção da Covid

-
Foto: Arquivo Voz da Bahia

O Promotor de Justiça de Santo Antônio de Jesus, Dr. Julimar Barreto, em entrevista ao Programa Meio Dia e Meia na Live do Voz da Bahia desta terça-feira (30), concordou com a fala polêmica do médico anestesista Dr. Eliomar Andrade da Silva que defende o uso do medicamento em estudo a Ivermectina para a prevenção da Covid-19 (reveja aqui) para a fase inicial da doença e ainda criticou o fechamento do comércio do município.

IVERMECTINA:

Embora seja desconhecida de muitas pessoas, a Ivermectina é um vermífugo responsável por uma das maiores intervenções de saúde em países africanos e da América Latina dos últimos 40 anos. Trata-se de um medicamento que faz parte do grupo dos antiparasitários com ação em vários vermes e parasitas, além de combater ácaros. Esse medicamento só pode ser vendido sob prescrição médica e devido a ampla utilização desse fármaco por mais de 60 anos, ele é considerado muito seguro. Contudo, é importante o uso racional, de forma apropriada, na dose certa e por tempo adequado.

DR. JULIMAR BARRETO:

De acordo com Dr. Julimar, o propósito dele e Dr. Eliomar terem buscado o Voz da Bahia, seria disseminar essa informação a população. Barreto disse que, a partir de análises o uso da Ivermectina seria uma solução que deveria ser adotada por Santo Antônio de Jesus, é barata e eficiente, e os medicamentos podem ser feitos em farmácias de manipulação. Segundo o Promotor, é necessário tomar a Ivermectina no início do surgimento dos sintomas, não sendo possível o uso depois do agravamento da doença.

“Não estou aqui como promotor, mais como cidadão, agir preventivamente é a melhor solução. As pessoas estão desinformadas sobre a existência de medicamentos, é preciso que essa informação seja disseminada, para que as pessoas busquem conversar com seus governantes para que isso seja adotado em maior escala”, expôs.

Recentemente o Voz da Bahia trouxe uma entrevista de uma paciente que alegou falta de atenção do município, caso este rebatido pela gestão (relembre aqui). Acerca disso, Dr. Julimar ressaltou atenção aos munícipes, “se você tiver febre e no posto de saúde lhe der um antitérmico mandá-lo para casa, dizendo que se você passar mal, tiver falta de ar, procure o hospital. Essa recomendação é totalmente inadequada segundo os médicos e estudiosos. Porque você já estará na segunda fase da doença e terá que ser internado, isso é gravíssimo”, pontuou o promotor.

Dr. Julimar lembrou que no Hospital Sírio Libanês, não há tantas mortes porque os casos estão sendo tratados de forma eficiente desde o início, “quem tem dinheiro é tratado logo no início. Devido a falta de informação, o pobre que está morrendo mais. É necessário a orientação correta. Os sintomas do Covid-19 são similares aos da gripe, então se tiver dúvida se é gripe ou não, tomar a Ivermectina de forma preventiva que não vai fazer mal, como disse Eliomar, não tem efeitos colaterais, com somente uma dose de acordo com a faixa de peso, de 15 em 15 dias”, ressaltou.

PANDEMIA DO CORONAVÍRUS EM SANTO ANTÔNIO DE JESUS:

Sobre a pandemia do novo coronavírus no município, o Promotor falou que os governantes devem ter uma visão global da situação e analisar todos os aspectos, segundo ele, o fechamento total do comércio terá uma implicação severa e grave para a sociedade.

“A questão do desemprego, depressão, já foi dito, que a quantidade de ansiolíticos e antidepressivos vendidos nas farmácias triplicou, a agressão as mulheres aumentou decorrente ao confinamento, arrombamentos é indício até do desespero das pessoas, a onda de violência tende a aumentar devido ao grau de desemprego”, explicou.

O entrevistado falou ainda que já conversou com o Secretário de Saúde do município Dr. Leandro Lobo, do prefeito Rogério Andrade e outras pessoas responsáveis pela saúde, tratando sobre essas e outras questões. O magistrado ressaltou a importância de ter um Centro de Referência com funcionários da saúde devidamente equipados que possam tirar dúvidas das pessoas quanto ao local correto para atendimento.

Além disso, Julimar criticou o fechamento do comércio que foi prorrogado (reveja aqui), afirmando que essa não é uma solução adequada em combate a pandemia, “estamos replicando um conhecimento que foi dado por doutores especialistas na área e dizer que o fechamento do comércio é algo polêmico que pode trazer mais mal do que bem. Temos exemplo de Itabuna, Camaçari e várias cidades que estão fechadas e a multiplicação de pessoas contaminadas está ocorrendo. Pode haver a barreira que for que esse vírus continuará contaminando as pessoas”, apontou.

Julimar Barreto parabenizou ao anestesista Dr. Eliomar pela sua coragem em si dirigir a mídia para falar sobre o assunto e trazer o conhecimento a população. “É possível que sejamos criticados por expormos nossa opinião, estamos em uma democracia e devemos respeitar isso e o direito de todos. Em minha opinião, a melhor solução é a prevenção com uso da Ivermectina e ter uma vida saudável, continuando com as atividades para não adoecer a mente, isto sim, pode baixar a imunidade e facilitar a contaminação”, concluiu.

Reportagem: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui