SSA: Hospital da Fonte Nova começará a receber pacientes com covid-19 nesta sexta-feira (5)

-
O hospital será a maior unidade 100% dedicada ao tratamento da covid-19. (Foto: Divulgação)

O Hospital de Campanha montado na Arena Fonte Nova receberá seus primeiros pacientes com covid-19 a partir da próxima sexta-feira (5). Quando estiver com sua capacidade totalmente instalada, oferecerá 100 leitos de terapia intensiva (UTI) e 140 leitos de internamento em enfermaria, que ocuparão dois andares das áreas dos camarotes da Arena. Será a maior unidade da Bahia 100% dedicada ao tratamento de pessoas infectadas com o novo coronavírus.

Nesta quarta-feira (3), a Arena recebeu a visita do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, que foi verificar os últimos ajustes para a abertura do hospital. Ele comemorou a abertura do local, que poderá receber pacientes tanto de Salvador quanto do interior baiano.

“Esses leitos vão impactar fortemente na oferta de terapia intensiva e internação clínica para todo o estado. Aqui, os pacientes receberão tratamento de ponta, incluindo ventilação mecânica e hemodiálise, caso seja necessário”, afirmou Vilas-Boas.

O hospital da Fonte Nova terá serviço de tomografia computadorizada, o que possibilitará que os profissionais de saúde verifiquem se há algum comprometimento no pulmão do paciente, por causa da covid-19. O local, aliás, vai receber pacientes somente por meio da Central de Regulação. Desta forma, não será uma unidade de “porta aberta”, onde as pessoas podem ir espontaneamente.

Respiradores
Também nesta quarta-feira (3), 40 respiradores, que serão instalados no Hospital de Campanha da Fonte Nova, chegaram a Salvador. Os equipamentos foram doados pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) ao Governo do Estado, para ampliar a oferta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pessoas com o coronavírus.

“Desde o início da pandemia, a Fieb, sindicatos empresariais, indústrias e instituições representativas do setor produtivo, a exemplo da Fecomércio e Faeb, se uniram para ajudar a sociedade no combate ao novo coronavírus. Sabemos da importância destes equipamentos na luta para salvar vidas e decidimos dar nossa contribuição”, disse o presidente da Fieb, Ricardo Alban.

Ao todo, com esses 40 respiradores pulmonares, o Estado recebeu 259 equipamentos nas últimas duas semanas. Eles foram adquiridos anteriormente e, agora, estão sendo distribuídos para unidades de referência exclusivas para o tratamento da covid-19, em todas as regiões da Bahia.

“A rede de relacionamento, logística e recursos financeiros do setor privado auxilia estados e prefeituras de sobremaneira. Estes respiradores serão usados em casos graves de infecção pelo novo coronavírus na Bahia”, comentou Vilas-Boas. (Correio)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui