STF manda soltar blogueiro bolsonarista, mas o proíbe de usar redes sociais e se aproximar da Praça dos Três Poderes

-
Foto: Reprodução/Twitter

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou neste domingo (5) a soltura do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, suspeito de envolvimento na organização de atos anti-democráticos e com ataques ao Congresso e Supremo.

Preso temporariamente desde o dia 26 de junho, Eustáquio fica proibido de usar as redes sociais e de se aproximar da Praça dos Três Poderes, além de organizar manifestações políticas que peçam o fechamento dos poderes ou que defendam o uso das Forças Armadas em um golpe militar.

A principal suspeita da Polícia Federal, de acordo com informações do O Globo, é que Eustáquio pretendia deixar o país e tenta enganar as autoridades forjando endereços. Ele foi preso em Ponta Porã (MS), divisa do Brasil com o Paraguai.

Na decisão, o ministro do Supremo proíbe que o blogueiro deixe a cidade do Distrito Federal (DF), onde possui residência. Ele também fica impedido de manter contato com outros investigados no inquérito.

A investigação aponta para um esquema que criava conteúdos que propagavam a intervenção militar, com objetivo de obter lucro com a viralização nas redes sociais. Além de blogueiros, são investigados militantes bolsonaristas extremistas, empresários e deputados. (BNews)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui