Suspeito de 20 homicídios se entrega em Camaçari após ser incluído no ‘Baralho do Crime’

-
Foto: Reprodução / SSP-BA

O homem que ocupava o status de “mais procurado da Bahia” se entregou nesta quinta-feira (4), na 4ª Delegacia de Homicídios (DH) de Camaçari. Ele se apresentou à polícia 15 dias depois de ser inserido no Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).

Foragido da Justiça desde o dia 7 de maio deste ano, quando o mandado de prisão foi expedido, João Ivan Oliveira Rodrigues, mais conhecido como Meiquinho ou Jota, apontado como líder de uma facção em Camaçari, tem passagem na polícia e pelo sistema prisional.

Entre 2012 e 2018, Meiquinho ficou custodiado na Cadeia Pública, em Salvador, pelos crimes de homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Era o “Ás de Ouros” do Baralho do Crime.

“Estamos com investigações avançadas apontando a participação dele em outras mortes desde que ganhou a liberdade”, comentou o titular da 4ª DH, delegado Yves Silva Correia, que acrescentou ainda que outros integrantes do bando seguem sendo procurados pela unidade.(BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui