Relatório diz que Donald Trump ordenou interferência em investigação

0
40
-Foto: Reprodução CNN
Foto: Reprodução CNN

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, escapou da acusação de ter interferido nas investigações sobre o suposto conluio com a Rússia. Entretanto, o relatório do procurador especial Robert Mueller divulgado nesta quinta-feira (18) mostra que só não houve interferência porque assessores de Trump desobedeceram ordens do presidente que obstruiriam o inquérito. As informações são do G1. O relatório de 448 páginas também inocenta Trump de ter agido em coordenação com a Rússia durante campanha presidencial de 2016. Porém, o texto relata também que o então candidato do Partido Republicano aceitaria a ajuda dos russos por “interesses em comum”. Ainda conforme informações do G1, a investigação durou 22 meses, e, em março, o procurador Mueller enviou ao secretário Barr o relatório que recomendava Trump como inocente nas duas acusações. (Bocão News)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui