32.8 C
Santo Antônio de Jesus
sexta-feira, 28 fevereiro , 2020.

Dólar

Dólar avança ante outras divisas principais, mas cai diante da libra

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (23) pelo Banco Central. Imagem: Reprodução
O dólar registrou ganho modesto ante outras moedas fortes, mas sem impulso. A libra, por sua vez, avançou, com investidores de olho nos desdobramentos do diálogo pelo Brexit no Reino Unido, enquanto entre as divisas emergentes e commodities e lira turca e o peso chileno cederam.

Dólar sobe para R$ 4,12 com perspectiva de juros menor

Foto: AB
O real destoou de outras moedas nesta quinta-feira. Em dia de queda do dólar antes divisas fortes e de emergentes, como México, Rússia, África do Sul, a moeda americana chegou a ser negociada aqui a R$ 4,13 na máxima. Profissionais de câmbio ressaltam que novamente a perspectiva de queda dos juros, realimentada após a divulgação de dados decepcionantes das vendas no varejo de agosto, contribuiu para pressionar o câmbio, pois deixa os investimentos no País menos rentáveis. No mercado à vista, o dólar terminou o dia em alta de 0,49%, a R$ 4,1229.

Após encostar em R$ 4,20, dólar cai para R$ 4,15 com dados do Caged

Foto: Michael Melo/Metrópoles
O dólar à vista chegou a encostar em R$ 4,20 nesta quarta-feira, com o aumento da incerteza política nos Estados Unidos, mas o movimento perdeu força após dados fortes de criação de vagas em agosto no Brasil sinalizarem melhora da economia. Com isso, a moeda americana bateu mínimas e fechou em R$ 4,1547, em baixa de 0,35%. O dólar futuro para outubro era negociado em R$ 4,1515 no momento do fechamento do segmento à vista.

Dólar cai a R$ 4,15, mas sobe 1,64% na semana

(iStock/Getty Images)
O noticiário externo trouxe volatilidade ao mercado cambial nesta sexta-feira, que começou com as mesas de câmbio ainda repercutindo o corte de juros do Banco Central.

Dólar inicia semana com alta de 0,5% e fecha a R$ 4,10

Dólar sobe 0,5% e é negociado a R$ 4,10 para a venda, nesta segunda-feira, 9; bolsa tem alta de 0,2%, aos 103.180 pontos (Vanderlei Almeida/AFP/AFP)
O dólar comercial teve alta de 0,46% nesta segunda-feira, 9, negociado, em média, a 4,10 reais para a venda. O aumento da moeda americana frente ao real se deve aos reflexos ocorridos no exterior, com os investidores atentos às políticas monetárias do bancos centrais ao redor do mundo, principalmente no que diz respeito ao corte de juros. O receio de uma recessão global induz os investidores a serem prudentes e a apostarem no dólar, que é um ativo considerado mais estável, retirando, assim, os investimentos em países emergentes.

Dólar recua levemente ante rivais, em dia de payroll e discurso de Powell

Foto: Divulgação
O dólar recuou levemente ante rivais nesta sexta-feira, dia em que os Estados Unidos divulgaram o relatório de empregos (payroll), de resultados mistos. Além disso, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, participou de evento na cidade de Zurique, na Suíça, e afirmou que a economia dos EUA está em “bom lugar”.

Dólar recua 1,8% e fecha a R$ 4,11, na menor cotação em duas semanas

Dólar tem queda de 1,79% e é negociado a R$ 4,11 para a venda, nesta quarta-feira, 4; bolsa sobe 1,5%, aos 101.200 pontos (Ricardo Moraes/Reuters)
O dólar comercial teve queda de 1,79% nesta quarta-feira, 4, negociado, em média, a 4,11 reais para a venda, o menor valor desde o dia 22 de agosto, quando a moeda estava em 4,08 reais. Cenários positivos da Ásia e da Europa fizeram com que os mercados operassem em alta, até mesmo em países emergentes, amenizando o temor de uma desaceleração econômica global e causando o enfraquecimento da moeda americana frente ao real.

Dólar fecha em queda após início de nova atuação do BC no câmbio

O dólar fechou em queda em relação ao real nesta quarta-feira. Imagem: Reprodução
O dólar fechou em queda em relação ao real nesta quarta-feira (20). O dia foi marcado pelo início da nova forma de atuação do Banco Central no mercado de câmbio

Dólar volta a subir e se aproxima de R$ 4,00 com temor de recessão mundial

O dólar voltou a subir nesta quarta, 7, após interromper na terça uma sequência de seis altas consecutivas. Na contramão de outros ativos domésticos, que tiveram dia de melhora, a moeda americana fechou em alta de 0,49%, a R$ 3,9743, voltando ao maior nível desde 30 de maio. Novamente foram eventos no exterior que ditaram o comportamento...

Dólar sobe a R$ 3,88, maior valor em 46 dias, com tensão entre China e EUA

(iStock/Getty Images)
O dólar comercial fechou nesta sexta-feira, 2, em alta de 0,9%, cotado a 3,88 reais na venda, o maior valor desde o dia 17 de junho. O desempenho foi influenciado pelas tensões comerciais entre China e Estados Unidos.

NOSSAS REDES

9,135FãsCurtir
37,654SeguidoresSeguir
1,658SeguidoresSeguir
4,210InscritosInscrever

AS MAIS LIDAS

INSTAGRAM