Últimas Notícias sobre Dólar

© Shutterstock

Após vários dias de turbulência internacional, o mercado financeiro deu uma trégua nesta quinta-feira (7). O dólar caiu pela primeira vez após cinco altas seguidas e fechou abaixo de R$ 5,40. A bolsa de valores subiu mais de 2% e recuperou o nível de 100 mil pontos.

Às 14h27, o Ibovespa opera em queda de 1,91%, aos 96.723 pontos, menor patamar desde novembro de 2020, seguindo o exterior e sendo puxada pela queda de blue chips ligadas a commodities, em pregão de forte queda dos preços do petróleo. Já o dólar, tem alta de 1,21%, cotado a R$ 5,3933.

Foto: Divulgação/Ibovespa

O principal índice da bolsa de valores brasileira (B3), encerrou o pregão desta segunda-feira (4) em queda de 0,35%, aos 98.608 pontos, repercutindo as novas restrições contra a Covid-19 na China. Já o dólar comercial fechou com leve alta de 0,09%, a R$ 5,325.

Foto: Agência Brasil

O principal índice da Bolsa de Valores brasileira (B3) fechou o pregão em alta de 0,42%, aos 98.953 pontos nesta sexta-feira (1), primeiro dia do segundo semestre de 2022. No acumulado da semana a alta foi de 0,28%. O dólar encerrou no terreno positivo a 1,65%, cotado a R$ 5,32. Já na semana, a alta foi de 1,66%.

Foto: Pixabayibovesp

O principal índice da bolsa de valores brasileira (B3) encerrou o pregão desta quinta-feira (30) em queda de 1,08%, aos 98.542 pontos. O dólar comercial fechou em alta de 0,81%, a R$ 5,234.

Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil

O mercado financeiro teve mais um dia tenso à espera das decisões sobre os juros básicos no Brasil e nos Estados Unidos. O dólar subiu pela sétima vez seguida e alcançou o maior valor em pouco mais de um mês. A bolsa de valores teve a oitava queda consecutiva e atingiu o menor nível desde o início do ano.

O dólar comercial iniciou esta sexta-feira (10) em queda de 0,30%, cotado a R$ 4,9030 na venda. A moeda americana deve oscilar enquanto investidores aguardam a divulgação do índice de inflação ao consumidor nos Estados Unidos ainda nesta manhã.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O dólar comercial encerrou esta terça-feira (7) em forte alta, refletindo a preocupação de investidores com a proposta do governo de reduzir impostos federais e ressarcir estados que aceitarem zerar o ICMS sobre os combustíveis.

Foto: Pixabay

O principal índice da bolsa de valores (B3) fechou esta segunda-feira (6) com leve baixa de 0,82%, aos 110.185 pontos, descolado do ritmo visto no exterior. O dólar subiu 0,37%, a R$ 4,796.

Valter Campanato/Agência Brasi

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no primeiro trimestre e a recuperação das bolsas no exterior amenizaram o clima no mercado financeiro nesta quinta-feira (2). O dólar caiu e voltou a ficar abaixo de R$ 4,80. A bolsa de valores subiu quase 1%, após ter ficado estável ontem (1º).

Close