Desemprego bate recorde e atinge um milhão de pessoas em uma semana no Brasil, aponta IBGE

-
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Com mais de um milhão de desempregados em uma semana no Brasil, o número de pessoas que buscam uma oportunidade de trabalho bateu recorde durante a pandemia do novo coronavírus. O levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta sexta-feira (18), observou dados entre a terceira e a quarta semana de agosto.

De acordo com o IBGE, o desemprego chegou ao maior patamar desde maio deste ano, quando a pesquisa foi iniciada. Atualmente, cerca de 13,7 milhões de brasileiros estão sem trabalhar. No início do levantamento, o número de desempregados era de 10,5%, agora essa taxa chegou a 14,3%.

A informalidade, no entanto, subiu em agosto e o número de trabalhadores neste tipo de regime chegou a 27,9 milhões. Contudo, se comparados os dados de maio com os atuais, a informalidade caiu. Isto porque, no início do levantamento 30 milhões de pessoas trabalhavam desta forma, o que equivale a 35,7%, contra os 34% atuais.

O IBGE considera como trabalhadores informais pessoas que atuam sem carteira assinada no setor privado ou como trabalhadores domésticos, aqueles que trabalham por conta própria ou empregadores sem CNPJ e ainda brasileiros que ajudam parentes. Por ser considerada uma via mais fácil, a informalidade sofre oscilações com mais frequência. (bahia.ba)