Enem 2019 teve 4% dos participantes com nota zero na redação

-
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O número de candidatos com a redação zerada no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 foi de 143.736, o equivalente a 4% dos inscritos. Apenas 53 dos 3,8 milhões de participantes conseguiram nota máxima na correção de seus textos. Os resultados da última edição foram divulgadas nesta sexta-feira (17) pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, e pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Alexandre Lopes.

Em 2018, o número de redações zeradas havia representado 2,7% dos participantes, com 55 notas máximas.

Os participantes tiveram que escrever uma dissertação, em 2019, sobre “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”. A nota da redação costuma ter o peso maior para o ingresso do candidato na universidade.

Das redações zeradas, 42% ocorreram porque os candidatos entregaram em braco, 28% porque fugiram ao tema e 16% por causa de cópia dos textos motivadores da proposta. O restante foi por outros motivos, como texto insuficiente e o não atendimento ao gênero textual exigido.

Com exceção da redação, as médias das notas em todas as áreas da prova ficaram abaixo das registradas em 2018. As provas são comparadas ao longo dos anos.

Essa variação das médias pode servir de termômetro da qualidade do ensino médio, mas o exame deixou de ser o instrumento oficial para avaliação do sistema educacional. (bahia.ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui