Black Friday: roubo de dados de cartão de crédito é principal fraude

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Um levantamento da empresa ClearSale, que atua no setor antifraude, mostra que a tentativa mais recorrente de burlar as compras na Black Friday ocorre com o uso de dados de cartão de créditos de terceiros  pelo comércio eletrônico. Segundo a empresa, a maior parte das tentativas de fraude ocorre na compra de celulares e games.

De acordo com a ClearSale, o valor de fraudes evitadas de 0h01 de quinta-feira (28) às 11h59 de sexta-feira (29) é de R$ R$ 10.897.619 

Segundo o acompanhamento atualizado de hora em hora da empresa, a quantidade de pedidos feitos desde quinta-feira é de 3.305.732, com tíquete médio nacional de R$ 619,20.

“Esta Black Friday tem sido uma edição de sucesso. O valor de fraudes evitadas está em linha com o que já prevíamos e acreditamos que a tendência deve ser mantida ao longo do dia”, destaca Omar Jarouche, diretor de Soluções da ClearSale. (R7)