Covid-19: cidades do sul e extremo sul da BA têm mais de 80% dos leitos de UTI ocupados; Teixeira de Freitas alcança 100%

-
Hospital de Campanha de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia — Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Cidades do sul e extremo sul da Bahia seguem com alto número de pacientes infectados pelo coronavírus e os leitos de UTI da maior parte dos hospitais das cidades da região estão com quase a totalidade da ocupação, conforme dados dos municípios.

As equipes municipais fazem o levantamento dos números e divulgam boletins diários. Nos mais recentes, divulgados entre o final da noite de segunda-feira (29), os leitos de UTI de Ilhéus, por exemplo, chegava a 91% de ocupação. [Veja dados detalhados dos leitos ao final da matéria]

No início deste mês de junho, o governador Rui Costa já tinha informado sobre a ocupação de 100% dos leitos de algumas cidades do sul da Bahia.

Em Teixeira de Freitas, no extremo sul, 100% dos leitos de UTI estão ocupados, assim como os leitos clínicos.

A cidade do extremo sul da Bahia possui 20 leitos de UTI disponibilizados em um Hospital de Campanha montado pelo governo do estado. Atualmente, 15 estão em funcionamento e cinco desativados temporariamente por falta de medicamentos que devem ser encaminhados pelo governo do estado, informou a prefeitura. Não há detalhes da data do envio dos medicamentos e reativação desses leitos.

Dos 15 leitos ativos, todos estão ocupados. Teixeira de Freitas também conta com leitos clínicos no Hospital Municipal. São 10 e todos estão com pacientes. A cidade ainda conta com atendimento na UPA, mas apenas para atendimento clínico.

A expectativa da prefeitura é na inauguração do Centro Municipal da Covid-19, que vai focar no atendimento para quem mora em Teixeira de Freitas, já que nos hospitais de Campanha e Municipal, o atendimento é voltado também para moradores da região vizinha. A unidade já está em fase de implantação, com o espaço físico pronto, e é realizada a seleção de profissionais, informou a prefeitura.

Teixeira de Freitas, conforme o último boletim da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), registrou mais de 1,2 mil casos de pacientes com Covid-19, com 20 óbitos. O coeficiente de incidência por 100.000 habitantes é de 783,86.

Outras cidades da região

Itabuna é uma das cidades da Bahia com maior coeficiente de incidência do coronavírus por habitantes — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz
Itabuna é uma das cidades da Bahia com maior coeficiente de incidência do coronavírus por habitantes — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Os municípios do sul e extremo sul da Bahia estão entre aqueles com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes, como, por exemplo, Itajuípe (1.800,79), Ipiaú (1.506,33), Uruçuca (1.203,76), e Itabuna (1.164,98).

Uruçuca, Itajuípe e Ipiaú são cidades que não possuem UTIs para tratamento da Covid-19, pois segundo as prefeituras desses municípios, elas não são centros de tratamento do novo coronavírus.

Essas cidades têm atendimento de enfermaria e, em caso de necessidade, fazem a transferência dos pacientes para cidades da região como Ilhéus e Itabuna, que também operam com capacidade quase completa.

Em Ipiaú, são nove leitos voltados para o tratamento da Covid-19 e por lá ainda há dois leitos que, segundo a prefeitura, integram uma área intitulada “vermelha”. Esses leitos possuem respiradores e monitor, mas não têm médico intensivista, por isso não pode ser chamado de UTI.

Dos nove leitos, além dos dois da área vermelha, seis são área amarela (leito clínico) e um leito de isolamento. Desse total, apenas o leito de isolamento está ocupado, informou a prefeitura.

Itajuípe possui 15 leitos de baixa complexidade. São leitos que têm por objetivo oferecer tratamento estabilizador aos pacientes que apresentam sintomas da Covid-19. Quando há algum caso grave, os pacientes são regulados para Itabuna e, quando não há vagas, são regulados para Salvador.

Já em Uruçuca, em caso de gravidade, os pacientes são transferidos para Ilhéus, a cerca de 40 km da cidade. O município possui um Centro de Covid que funciona também como atendimento para casos de baixa complexidade e triagem.

Leitos de UTI

Leitos de UTI de hospitais do sul da Bahia estão cheios — Foto: Divulgação/Governo da Bahia
Leitos de UTI de hospitais do sul da Bahia estão cheios — Foto: Divulgação/Governo da Bahia

Conforme os dados do boletim de segunda-feira, Ilhéus está com 91% dos leitos de UTI ocupados. Ao todo são 104 leitos na cidade, 55 de UTI e 49 clínicos. Do total de vagas da unidade de terapia intensiva, 50 estão ocupados. Não há detalhes do número de leitos clínicos ocupados.

Porto Seguro, no extremo sul, tem 10 leitos de UTI e 8 estão com pacientes, ou seja, 80% de ocupação. Já leitos clínicos são 34, com 11 ocupados.

Itabuna tem 23 leitos de UTI, 21 estão com pacientes internados, o que representa 86% de ocupação. Leitos clínicos somam 78, com 42 ocupados e 36 disponíveis, conforme último boletim da prefeitura da Itabuna na noite de segunda-feira.

Em toda a Bahia, de acordo com o boletim da Sesab de segunda-feira, são 2.284 leitos. Desses, 1.385 possuem pacientes, ou seja, uma ocupação de 61%.

Do total de leitos, 916 são de UTI, sendo que 705 deles estão ocupados, o que representa uma taxa de 77%. Já os leitos clínicos totalizam 1.368, onde 680 têm pacientes internados (50% de ocupação).

Confira abaixo o número de casos, óbitos registrado nas cidades, segundo a Sesab, além dos dados de ocupação, conforme informaram as prefeituras.

  • Itabuna: 2.484 casos, com 56 óbitos. Taxa de ocupação da UTI: 86%
  • Teixeira de Freitas: 1258 casos com 20 óbitos. Taxa de ocupação da UTI: 100%
  • Porto Seguro: 540 casos, com seis óbitos. Taxa de ocupação da UTI: 80%
  • Ilhéus: 1251 casos, com 43 mortes. Taxa de ocupação da UTI: 91%
  • Itajuípe: 369 casos com 9 óbitos.
  • Uruçuca: 247 casos com um óbito.
  • Ipiaú: 691 casos com 10 óbitos. (G1/Ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui