Daniel Alves critica Paris e seus moradores: ‘Eles são racistas para c*’

0
89
-
Foto: Reprodução / Instagram

De volta ao Brasil após 17 anos jogando na Europa, o lateral-direito Daniel Alves comparou a cidade de São Paulo com Paris em entrevista à Revista GQ, para a edição deste mês de outubro. O jogador baiano, que foi contratado pelo São Paulo em agosto, criticou a capital francesa e seus moradores.

“Paris também é uma cidade estressante, não gosto muito”, declarou. “Se você for a Paris por uma semana, vai ser a viagem da vida. Mais que isso, já vai cansar. Nisso lembra um pouco São Paulo. Mas lá eles são racistas para c*. Muito mesmo. Comigo não faziam nada, até porque eu mandaria todo mundo tomar no c*, mas via com meus amigos”, completou.

- Anúncio -

Além de Paris, Daniel Alves morou em Turim quando jogava pela Juventus, mas boa parte da sua carreira no futebol europeu foi na Espanha. Ele chegou ao Velho Continente contratado pelo Sevilla junto ao Bahia em 2002. Depois, na temporada de 2008/2009 foi transferido ao Barcelona, onde ficou até 2016. Ele achou os espanhóis parecidos com os brasileiros. “O pessoal lá parece brasileiro, vive na rua, tem uma energia legal. São muito entrões, se der ousadia f*. Mas eu prefiro que as pessoas sejam assim do que o contrário”, falou.

O atleta baiano também da readaptação ao Brasil. “É um choque cultural bem interessante. Aqui tem muito convite. Pessoal parece que acumula energia pela falta de opções de natureza e chama para sair todo dia. Preciso lembrar os amigos que eu tenho jogo no dia seguinte”, falou.

Após disputar dois jogos amistosos com a Seleção Brasileira em Singapura, Daniel Alves deverá reforçar o São Paulo na partida contra o Cruzeiro. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira (16), logo mais às 21h, no Mineirão, pela 26ª rodada do Brasileirão. (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui