Dois anos após tragédia em Mar Grande, audiência ouvirá testemunhas de defesa

0
145
-
Imagem: Afonso Santana/ G1

Prestes a completar dois anos, no próximo sábado (24), a tragédia que deixou 19 mortes em Mar Grande, em 2017, pode ter um novo desdobramento no próximo dia 5 de setembro.

De acorro com reportagem do A Tarde publicada hoje (19), o juiz criminal da Comarca do Tribunal de Justiça em Itaparica deve ouvir as testemunhas finais de defesa do processo criminal relativo ao acidente com a embarcação Cavalo Marinho I. A informação é da assessoria de comunicação do Ministério  Público do Estado da Bahia (MP-BA).

- Anúncio -

O processo foi remetido ao MP-BA, que denunciou, em agosto do ano passado, o proprietário da empresa CL Transporte Marítimo, Lívio Garcia Galvão Júnior, e o comandante da Cavalo Marinho I, Osvaldo Coelho Barreto, pelas mortes no naufrágio. A promotoria pediu a condenação de ambos por homicídio culposo e lesão corporal culposa.

Segundo a assessoria de imprensa da Marinha na Bahia, acaba de ser concluída a fase de alegações finais do processo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui