E se a gente trabalhasse para sempre de “home office”?

O que aconteceria com a nossa sociedade se, depois da pandemia do novo coronavírus, boa parte das pessoas continuasse trabalhando de casa?

ASSISTA:

Por Rafael Battaglia – Superinteressante