Escola de Eletricistas para mulheres é inaugurada; inscrições seguem até domingo

0
310
-
A ação inédita no Norte e Nordeste. Imagem: Divulgação

Incentivando a formação de mulheres em profissões vistas na sociedade como primacial masculina, a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), lançou na tarde desta segunda-feira, a Escola de Eletricistas para mulheres. A ação inédita no Norte e Nordeste, promoverá a capacitação de mulheres para exercer atividades em instalações elétricas prediais e nas redes de distribuição de energia. As inscrições seguem abertas até as 18h do próximo domingo, 25.

A cerimônia, que aconteceu no auditório da Coelba, no bairro de Narandiba, em Salvador, contou com a presença do governador da Bahia, Rui Costa, do presidente do Neoenergia, Mário Ruiz Tagle, do diretor presidente da Coelba, Fulvio Machado, além de representantes do grupo e entidades de movimento femininos. A iniciativa gratuita conta com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-BA), da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb) e o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran).

- Anúncio -

Com a perspectiva de iniciar as aulas no início de outubro, as interessadas em participar da Escola de Eletricistas devem se inscrever exclusivamente pela internet, por meio do site www.fieb.org.br/senai. No total, serão disponibilizadas 100 vagas, sendo 25 vagas em cada turma. O curso possui uma carga horária de 596 horas. Com isso, a formação será uma iniciativa da Neoenergia para fomentar o desenvolvimento das pessoas, por meio da educação.

“O curso da Escola de Eletricistas para Mulheres ampliará as oportunidades de emprego para os talentos femininos baianos, e o Senai coloca toda a sua metodologia educacional, infraestrutura e equipe técnica à disposição desta informação”, salientou o diretor do Senai, Rodrigo Vasconcelos.

As aulas acontecerão nas instalações do Senai, na unidade do Dendezeiros, de segunda a sexta-feira. Para se inscrever, as candidatas devem ter concluído o ensino médio, ter no mínimo 18 anos e residir em Salvador ou nas proximidades. Todas receberão vale transporte durante o curso. Com isso, a Escola de Eletricistas da Coelba funcionará para um público misto na capital baiana e cidades do interior como Vitória da Conquista, Feira de Santana, Barreiras, Ilhéus e Juazeiro.

“As mulheres têm um papel fundamental na sociedade, e a gente equilibrar isso é o compromisso da Coelba. Achamos uma iniciativa muito importante estar colocando isso à frente. Temos o compromisso de desenvolver o nosso time com conteúdos de qualidade e com foco na execução das atividades com segurança”, frisou Fulvio Machado.

Para a primeira mulher formada pela turma mista da Escola de Eletricistas de Salvador, Vanessa Reis, de 33 anos, a experiência foi difícil e desafiadora. “Quando a gente lida com a maioria de homens, sofremos preconceitos e é uma situação presente. Mas nada que a gente não consiga superar com força, garra, determinação e respeito. Espero que as mulheres interessadas no curso venham com vontade, garra de aprender, compartilhando o que sabe e, principalmente, com a humildade de aprender”, ressaltou Vanessa. (A Tarde)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui