Família do recém-nascido que necessita de regulação tem encontro com Dr. Leonel no Voz da Bahia: “Estou batalhando por uma vaga em Salvador”

A família do bebê com o secretário de saúde no estúdio do Voz da Bahia

Nesta sexta feira (05), o Secretário de Saúde de Santo Antônio de Jesus, Leonel Cafezeiro esteve na Live do Voz da Bahia, programa Meio-dia e Meia e na 1ª parte da entrevista, falou sobre o caso do recém-nascido que está internado no Hospital Luís Argolo e precisa ser transferido com urgência para um Hospital de Salvador, devido a gravidade de ser diagnosticado com um problema no coração. Ontem centenas de moradores do Santa Madalena decidiram se reunir em favor da família e em protesto travaram a BR-101 (relembre aqui) para chamar a atenção das autoridades de saúde sobre a situação do menino Isaque.

O secretário disse que já tem conhecimento sobre o caso, “eu fiquei sabendo porque o pai e uma tia foram me procurar lá na Secretaria de Saúde e eu expliquei a eles realmente o que está havendo. A criança nasceu com uma má formação congênita do coração grave. Nós não temos aqui em Santo Antônio de Jesus como resolver o problema dela, então precisa ser transferida para um hospital de referência que tenha suporte para UTI especializada e o suporte de cardiologia que tenha a possibilidade de ser feita uma cirurgia para corrigir essa má formação porque ainda não temos o diagnóstico correto”, pontuou.

Dr. Leonel esclarece que é preciso que haja vaga em um hospital de referência da capital, para que a criança seja transferida, “expliquei a família que eu não posso fazer nada além do que tem feito que é batalhar por uma vaga em um desses hospitais. Nós temos como opção o Ana Nery, o Martagão Gesteira, ou Hospital da Criança em Feira de Santana e estamos tentando também o Santa Isabel. Eu estive no Hospital Luiz Argolo e a médica entrou em contato direto com a direção do Hospital Ana Nery tentando fazer com que esse recém-nascido obtenha a vaga que precisa para ser transferido. Me questionaram sobre ambulância para transferência e eu garantir, e se caso o Estado não disponibilize, o município disponibilizará o transporte para levar a criança”, disse.

Ainda sobre o caso, Dr. Leonel alerta sobre o risco de tirar a criança do hospital sem uma vaga disponível, “o que não podemos fazer como algumas pessoas sugeriram, transportá-la sem tem uma vaga garantida. Isso é considerado crime e quem fazer isso pode responder criminalmente”, expôs.

Foto: Voz da Bahia

Após a Live, os familiares do bebê: Emerson de Jesus Coutinho e Leani Torres de Souza, também apareceram nos estúdios do Voz da Bahia para obter mais um contato com o secretário de saúde. Em conversa, Dr. Leonel voltou a afirmar que a grande problemática é a disponibilidade de vaga nos hospitais de referência da capital, “é compreensivo e justo todo esse movimentação, eu acho que as pessoas têm que apelar para tudo, quem é pai sabe e pode imaginar o desespero e angústia que estão vivendo os pais dessa criança e a comunidade do bairro Santa Madalena que foi solidária com eles, fizeram aquela manifestação para ver se chama atenção e eu não tiro a razão de nenhum de vocês. Hoje, explicando a diretora do Hospital Ana Nery que esse caso tomou uma comoção na cidade toda e todos estavam sentidos com esse problema e solidários aos pais da criança. Solicitamos que ela visse uma maneira de conseguir essa vaga o mais rápido possível para que a gente pudesse transportar essa criança para Salvador”, garantiu.

Emerson, o familiar, agradeceu a atenção do Secretário de Saúde e reforça o pedido de ação dos órgãos responsáveis, “nós estamos na rua pedindo apoio à comunidade de Santo Antônio de Jesus, as autoridades, o Ministério da Saúde que venha se comover junto com a gente, que venham apoiar a gente para que a gente consiga essa vaga para transferir essa criança. Eu agradeço a atenção de Dr. Leonel e ao Voz da Bahia que me deixou vir até aqui para falar com o secretário, obrigado”, concluiu.

ASSISTA A LIVE COMPLETA ABAIXO:

Reportagem: Voz da Bahia