Filósofo baiano Antônio Paim morre aos 94 anos

Foto: Academia Brasileira de Filosofia/Divulgação

O filósofo Antônio Paim, considerado um dos maiores pensadores liberais brasileiros, morreu aos 94 anos, nesta sexta-feira (30). A informação foi confirmada em nota oficial pela Academia Brasileira de Filosofia, da qual Paim era fundador e presidente de honra. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Paim nasceu em Jacobina (BA), em 1927, estudou na Universidade Lomonosov, na União Soviética, e posteriormente na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde mais tarde se tornaria professor. Inicialmente, o filósofo possuía identificação com o pensamento de esquerda, mas logo depois se tornou um grande crítico do marxismo, se tornando defensor do liberalismo.

Entre as suas obras mais populares estão os livros História do Liberalismo Brasileiro, Evolução Histórica do Liberalismo e História das Ideias Filosóficas no Brasil, sendo esse último, vencedor do Prêmio Jabuti em 1985. (bahia.ba)