Fuzileiro chama PMs amotinados de vagabundos e é afastado

-
Veículos blindados são usados pelo Exército na segurança das ruas de Fortaleza — Foto: Thiago Gadelha

Um fuzileiro naval que participava do esforço para normalizar a segurança pública no Ceará foi afastado da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) após viralizar na internet um vídeo no qual chama os policiais militares que estão amotinados há nove dias de “vagabundos”.

O homem gravou a si mesmo fardado e armado, na carroceria de um veículo militar. “Estamos em Fortaleza fazendo aquela patrulha na cidade, já que os vagabundos dos PMs não querem”, diz ele, rindo, antes de filmar alguns colegas de trabalho.

Além de ter sido afastado do serviço e mandado de volta para seu regimento de origem, em Natal (RN), o fuzileiro poderá ser punido segundo as regras militares. A Marinha do Brasil divulgou nota lamentando as “declarações reprováveis” e garantiu que elas não representam o posicionamento da instituição. Informou ainda que o militar envolvido foi enviado para o batalhão de origem, “onde serão iniciados procedimentos administrativos cabíveis”. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui