Guanambi: Motorista que causou morte de paratleta estava embriagado, aponta delegado

0
71
-Foto: Reprodução / Redes Sociais
Foto: Reprodução / Redes Sociais

O homem preso após atropelar e matar um paratleta, de 38 anos, durante uma competição em Guanambi, no sudoeste baiano, estava embriagado. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (19) pelo delegado Giancarlo Giovani Soares. O acidente ocorreu no sábado (17). Segundo o G1, o paratleta Jacson Silva Santos participava da 13ª edição da Corrida do Suruá, quando foi atingido por um carro que invadiu a pista onde os atletas competiam.

O motorista do veículo tentou fugir do local, mas foi detido pela polícia. Segundo o delegado, nem precisou de teste de “bafômetro” para confirmar a embriaguez. O estado de alteração podia ser notado pelo tom de voz e pelo jeito de caminhar. O atleta chegou a ser socorrido, mas veio a óbito a caminho de um hospital. O motorista, que segue preso, deve responder judicialmente pelos crimes de homicídio e embriaguez ao volante. (Bahia Notícias)

- Anúncio -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui