Líder de quadrilha que ia roubar bancos na Bahia é morto em Minas após troca de tiros com a PM

-
Dos 12 suspeitos, nove já foram mortos pela polícia. Imagem: Divulgação/ SSP

Um suspeito apontado como líder de uma quadrilha especializada em roubos a bancos e carros-forte na Bahia foi localizado e morto neste sábado (28) entre as cidades mineiras de Padre Carvalho e Salinas. Ao todo, já foram mortos na divisa com Minas Gerais nove suspeitos de envolvimento na quadrilha. 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, Edson dos Santos Queiroz, 34 anos, era perseguido desde a última quarta, assim como os demais membros do bando. Ele tinha mandados de prisão em aberto e envolvimento em homicídios e roubos. A operação que o matou foi realizada pelas polícias Militar e Federal.

Edson foi encontrado por guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte e CPR-Central, através da sua Rondesp. A SSP diz que ele reagiu à chegada dos PMs atirando e, na troca de tiros que se seguiu, acabou sendo atingido e morto.

Com ele, foram apreendidos um revólver calibre 38 e munições. Com toda a quadrilha, até agora, a polícia localizou cinco fuzis, três pistolas, 100 kg de explosivos, coletes balísticos, mais de mil munições e quatro veículos.

“Permaneceremos no local até encontrarmos o último integrante. Com esse bando fora de circulação evitamos ataques a instituições financeiras na Bahia, em Minas Gerais e possivelmente em outros estados”, diz em nota o secretário da Segurança Pública da Bahia  Maurício Teles Barbosa.

De acordo com a SSP, o grupo começou a ser monitorado há pouco mais de uma semana. Eles pretendiam atacar bancos nas cidades do Sudoeste da Bahia. Eram 12 suspeitos inicialmente. (Correio)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui