Mais de seis corpos foram necropsiado no DPT de S. A. de Jesus durante o Réveillon

Foto: Divulgação

O coordenador do Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus, Dr. Lino Oliveira, pontuou sobre o balanço de ocorrências registradas pelo órgão durante o Réveillon.

De acordo com o coordenador, foi necessário haver reforços do DPT da Ilha de Vera Cruz para devido à grande demanda em apenas um dia, “esse final de ano não foi brincadeira. Tenho uma equipe só para atender casos de urgência e emergência, pois esse período exige muito da Polícia Técnica. Foram 5 vítimas de perfuração de arma de fogo na Ilha de Itaparica, nós recebemos esses corpos inicialmente, mas houve outros 2 corpos, um de Maragogipe e outro de morte natural da ilha, mas além de outro corpo de Mutuípe. Deixamos os dois da ilha no DPT de lá para tirar essa sobrecarga da médica legista de plantão em Santo Antônio de Jesus”, declarou em entrevista a Recôncavo FM.

Ainda segundo o coordenador, sua equipe foi surpreendida pela quantidade mortos a tiro, “a quantidade de vítimas de disparo de arma de fogo em apenas um dia nos pegou de surpresa. Tivemos reforços tanto no Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus, quanto no da Ilha de Itaparica. Nosso maior entrave, é a identificação”, falou.

Redação: Voz da Bahia