Nova York decide manter escolas fechadas pelo resto do ano letivo, em meio à expansão de casos de coronavírus

-
Foto: Mark Lennihan/AP

O prefeito da cidade de Nova York, Bill de Blasio, afirmou neste sábado (11) que as escolas públicas municipais permanecerão fechadas pelo resto do ano letivo, enquanto a cidade enfrenta o surto do novo coronavírus, segundo a agência de notícias Reuters.

O ano letivo nos EUA é diferente do Brasil: lá, ele termina entre maio e junho, quando começam as férias de verão. No Brasil, geralmente termina em dezembro. Este ano, o presidente Jair Bolsonaro suspendeu a obrigatoriedade de dias mínimos do ano letivo, mas manteve a carga horária mínima para aprendizagem.

De Blasio ordenou que as escolas públicas fechassem no início de 16 de março para conter a propagação da doença, com o objetivo inicial de reabrir em 20 de abril. Mas, segundo o prefeito, logo ficou claro que o objetivo da data era irrealista, pois a cidade se tornou o epicentro do coronavírus dos EUA. (G1)