Óleo recolhido das praias de Maraú é descartado irregularmente em lixão do município

-
Prefeitura culpa Inema e Ibama por descarte irregular. Foto : Divulgação / Prefeitura de Maraú

Moradores de Maraú, no baixo sul da Bahia, denunciaram que parte do óleo encontrado em praias da região foi descartada, de forma irregular, em um lixão do município, um dos 28 afetados pela substância até esta segunda-feira (4) no estado.

Vídeos e fotos que denunciam o crime ambiental está sedo divulgada nas redes sociais.

Segundo a prefeitura da cidade, o descarte irregular foi feito por algumas pessoas, contrariando acordo que previu que substância fosse para um local apropriado. Não há informações sobre quem teria descartado o óleo no lixão do município.

Em entrevista ao G1, a prefeitura informou que, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) seria responsável por remover todo o produto do município para descarte em local apropriado.

A prefeitura informou ainda que, assim que tomou conhecimento do fato, entrou com as devidas providências. “Neste momento, as máquinas da prefeitura estão removendo o óleo e colocando no galpão, como foi orientado pelo Inema”, diz outro trecho da nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui