Operadores de balsas em Porto Seguro planejam greve de 24 horas

Profissionais que operam a travessia das balsas, entre o município de Porto Seguro e o distrito de Arraial d’Ajuda, anunciaram que, na próxima quinta-feira, (20), a partir das 6h entrarão em greve por 24 horas. Os trabalhadores das empresas Rio Buranhém e Rionave estão reivindicando salários maiores e condições de trabalho favoráveis.

De acordo com informações do portal Jojô Notícias, a principal reivindicação é um salário base de R$ 2.090 para os profissionais que têm a função de auxiliar de máquinas e convés. O atual piso dessa função pago pelas empresas que operam em Porto Seguro é de R$ 1.756, reajustado recentemente pelo INPC (10,96%).

As reivindicações foram enviadas às empresas no dia 17 de dezembro. As entidades Federação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários e Afins (FNTTAA) e Sindicato Nacional dos Marinheiros e Moços de Máquinas em Transportes Marítimos e Fluviais representam a categoria e conduzem a negociação coletiva.

As empresas alegam que já houve reajuste pelo INPC e que a proposta não condiz com a realidade financeira e o contexto econômico vivido no país. As operadoras ofereceram um aumento de mais 2% aos funcionários, além dos 10,96% já contemplados no INPC, mas congelando esses valores por dois anos, em contraproposta.

Até o momento não houve acordo e a greve está mantida.

Fonte: BN