Padrasto é preso suspeito de matar garoto que foi afogado na lama

-
Foto: G1

Um homem foi preso junto com o filho adotivo nesta sexta-feira (31), em Goiânia (GO). Os dois são suspeitos de matar Danilo de Sousa Silva, sete anos, após ele sumir no dia 21 de julho. Reginaldo Lima Santos era padrasto da vítima. As informações são do G1 Goiás.

A criança teria saído de casa para ir ver a avó e não voltou mais. Uma semana depois, a Polícia Civil confirmou que um corpo achado na mata era de Danilo. Segundo o G1, a Polícia Civil informou que Reginaldo e Hian Alves de Oliveira, que é filho adotivo dele, cometeram o crime como vingança pelo mau comportamento do garoto.

Hian teria dito no depoimento que topou ir junto a Reginaldo após ele oferecer uma moto e um carro como pagamento. “No dia da morte do menino, eu estava trabalhando na obra. O padrasto arrastou o menino lá para dentro [da mata] e machucou ele com um pau. Fui até a beirada da mata para levar o menino, segurando pelo braço. Depois, fui trabalhar e ele ficou com o menino na mata”, disse Hian.

O delegado Rilmo Braga, da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), contou ao G1 que Reginaldo não tinha paciência com o menino e não gostava de conviver com crianças frutos de outros relacionamentos da esposa. (Ibahia)