PRF registra 527 flagrantes de imprudência em 2 dias de São João

A Operação São João, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), registrou 527 flagrantes de imprudência entre a quarta, 22, e quinta-feira, 23, nas rodovias federais do estado da Bahia. Os números correspondem a quase 11 flagrantes de ultrapassagens irregulares por hora de operação.

Segundo a PRF, em dois dias de operação, 2.170 veículos foram fiscalizados e 3.010 pessoas tiveram seus documentos consultados nos sistemas informatizados da PRF.

Ainda segundo a PRF, o período do São João representa a época de maior fluxo de veículos circulando nas principais rodovias federais do estado e a ultrapassagem proibida é uma das maiores preocupações do órgão, por provocar muitos acidentes fatais. 

A infração de ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e rende 7 pontos na carteira, de acordo com a PRF. Em caso de reincidência em 12 meses, a multa é dobrada. 

Das multas extraídas, 140 autos de infração emitidos para condutor ou passageiro sem o cinto de segurança. A PRF ressaltou que o uso do cinto de segurança é obrigatório no Brasil há mais de 20 anos. 

Durante as atividades, também foram realizados 1.647 testes com o etilômetro (bafômetro) e 35 motoristas foram autuados, por recusa ou por constatação.

A PRF também ressaltou que dirigir sob a influência de álcool é um crime previsto no Artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro, se o teor do teste for igual ou superior a 0,3mg de álcool por litro de ar alveolar, ou se o motorista apresenta sinais e sintomas de embriaguez e se recusa ao teste.

A pena é de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão da habilitação. A multa tanto para qualquer índice positivo de embriaguez ou recusa ao teste é de R$ 2.934,70 e o condutor pode ter o direito de dirigir suspenso por até 12 meses. Em caso de reincidência em 12 meses, o valor dobra.

Conforme informações da PRF, também foram recuperados 5 veículos com ocorrência furto/roubo e 8 pessoas foram detidas por crimes diversos.

Além disso, 69 veículos recolhidos ao pátio por apresentarem irregularidades impossíveis de serem sanadas no local ou por comprometerem a segurança dos usuários da rodovia. As equipes também emitiram 22 autos de infração para motociclistas ou ‘carona’ sem o capacete.

De acordo com a PRF, foram flagrados 30 motoristas que usavam o celular enquanto dirigiam e 23 veículos com criança sem cadeirinha.

A PRF alertou que manterá fiscalização rigorosa durante todos os dias da Operação São João, focando nas condutas de ultrapassagens proibidas em trechos de pista simples, à embriaguez ao volante, ao não uso do cinto de segurança e demais dispositivos de retenção obrigatórios, ao uso do celular ao volante.

Também estão entre os focos das equipes, fiscalizações específicas de motocicletas e condições de conservação dos veículos. A PRF também intensificará sua atuação no combate ao crime, para prender criminosos, recuperar veículos roubados e retirar armas ilegais, drogas e produtos contrabandeados de circulação.

Qualquer usuário que presenciar situação de risco ou imprudência nas rodovias federais pode acionar a PRF através do telefone de emergência 191.