Processo contra o goleiro Jean recebe pedido de arquivamento pela Promotoria dos EUA

-
Foto: Maurício Rummens/Estadão Conteúdo

A promotoria do estado da Flórida, nos Estados Unidos, solicitou arquivamento da denúncia contra Jean, goleiro do São Paulo que está emprestado ao Atlético Goianiense. O jogador foi preso por acusação de agressão à esposa em dezembro do ano passado.

De acordo com o GloboEsporte.com, a assistente de promotoria, Sarah Marie Castro, assinou o documento afirmando que, de acordo com a investigação feita, a opinião é que o caso não é passível de processo. Neste mesmo documento, Castro diz que o jogador deve ser liberado através de pagamento de fiança, caso seja levado à cadeia novamente.

Jean passou um dia preso na cidade de Orlando, onde estava com a mulher na época do ocorrido, e saiu sem pagamento de fiança. A Justiça americana determinou a soltura e orientou apenas que ele se mantivesse afastado da esposa, Milena Bemfica.

A denúncia de Milena acusa o goleiro de agressão após briga por ciúmes. De acordo com relato dos policiais que a atenderam, Jean teria dado oito socos na esposa após discussão do casal.

O jogador de 24 anos teve seu contrato suspenso para jogar pelo São Paulo após o caso. No início do mês, o Ceará cogitou em trazer o goleiro para o time, mas a mobilização dos torcedores contra o acerto fez o Clube recuar na decisão. Atualmente, Jean está emprestado para o Atlético-GO. (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui