Produtos e serviços da Páscoa sobem 10,27% em um ano

Imagem: Reprodução

Os produtos e serviços ligados à Páscoa tiveram aumento médio de 10,27% em um ano. O levantamento é da Federação do Comércio (Fecomércio-BA). A maior contribuição veio do tomate, que teve alta de 71,78%. “Embora essa variação seja menor do que a média da inflação geral, de 11,92%, a variação superior a 10% tem um impacto imenso sobre o poder de compra das famílias”, destacou o consultor econômico da Federação, Guilherme Dietze.

Em relação aos produtos específicos dos supermercados o aumento médio é de 13,45%. Depois do tomate, outro aumento significativo ocorreu com a cerveja (22,75%), puxado pelo encarecimento dos insumos importados, como o trigo.

“Para quem pensa em fazer um prato de peixe, tradicional nesta época, pode aproveitar o preço dos pescados que subiram, em média, 4,55%, bem abaixo da média geral. O arroz registrou retração de 9,35% e a cebola teve um aumento de 4,45%”, acresce o economista. Em relação ao chocolate, Dietze avisa que, “quem tiver na mente comprar o chocolate em barra ou bombom vai pagar um preço 13,28% mais caro do que há um ano”.

Nos serviços, a  alimentação fora do domicílio subiu em média 8,30% nos últimos 12 meses, abaixo da inflação geral. A refeição de bares e restaurantes, por exemplo, teve incremento de 9,15%. E pedir uma água ou refrigerante está 2,13% mais caro, variação pouco menor que a da cerveja, 5,13%. (Bahia.Ba)