Rússia afirma ter cercado 2 mil soldados ucranianos em Donbass

A Rússia diz ter cercado cerca de 2.000 soldados ucranianos na região Donbass, enquanto intensifica seus esforços para capturar Severodonetsk e Lysychansk, disse o porta-voz do Ministério da Defesa, Igor Konashenkov, em uma entrevista nesta sexta-feira (24).

“No total, na área de Hirske, cortamos até 2.000 pessoas: cerca de 1.800 militares [ucranianos], 120 nazistas do Setor Direita, até 80 mercenários estrangeiros, bem como mais de 40 veículos de combate blindados e cerca de 80 canhões e morteiros”, disse Konashenkov, acrescentando que 41 soldados ucranianos se renderam voluntariamente nas últimas 24 horas.

Também nesta sexta, o chefe da administração militar regional de Luhansk, Serhiy Hayday, afirmou que as forças ucranianas terão que se retirar de Severodonetsk

“Infelizmente, teremos que retirar nossos militares [de Severodonetsk]. Não faz sentido ficar em posições destruídas depois de muitos meses [de hostilidades], porque o número de mortos em territórios não fortificados pode crescer a cada dia”, disse Hayday em um discurso televisionado. (bahia.ba)

Veja mais notícias no vozdabahia.com.br e siga o site no Google Notícias