Secretário de Saúde de SAJ revela: “fizemos a compra de 60 mil Ivermectinas e 60 mil Azitromicinas no tratamento precoce para Covid que está sendo preconizado por Dr. Gil”

Secretário de Saúde, Dr. Leonel Cafezeiro / Foto: Voz da Bahia

Nas redes sócias o médico e vereador, Dr. Gilvandro Couto, popular Dr. Gil, lançou uma campanha chamada Morte Zero em SAJ. O médico que desde o início da pandemia da Covid-19 vem cuidado gratuitamente de pessoas infectadas, possui protocolos próprios que segundo ele é capaz de tirar as pessoas da linha de risco da doença e até evitar a morte. Diante desse novo pico do Covid-19, o edil lança essa nova campanha e afirma medicamentos “certos” podem evitar que o paciente chegue até o hospital. O secretário de saúde Dr. Leonel Cafezeiro com Dr. Gil confirma a compra de 60 mil comprimidos de Ivermectina e Azitromicina para Santo Antônio de Jesus.

Questionado pelo na Live do Voz da Bahia, no programa Meio Dia e Meio, o secretário de saúde do município Santo Antônio de Jesus, Cafezeiro confirma que o vereador Dr. Gil vem conseguindo fazer um trabalho espetacular e ajudando muitas pessoas, “ele vem fazendo atendimento remoto pois evita que as pessoas se locomovam e evita também o contato com as pessoas com Covid-19, tem ajudado bastante. Há quem diga que esse protocolo não resolve alguma coisa, eu sou daqueles que sou a favor do tratamento, não só do tratamento precoce que é com a Ivermectina + Azitromicina, como também o tratamento da segunda fase para as pessoas que desenvolvem a lesão pulmonar, corticoide e anticoagulante, ou seja, a partir do 5º dia quando você desenvolve as lesões pulmonares. Eu sou a favor sim, embora muita gente muitos cientistas e muitas autoridades têm dito que isso não adianta nada. Condenaram muito a cloroquina, agora estão usando até para nebulização de paciente que estão com dificuldade respiratória ou que estão com a saturação de oxigênio no sangue baixa e está melhorando, então, não é à toa que as pessoas estão usando essa medicação e assim que argumento da seguinte maneira: se nós só temos essa arma, porque não vamos usá-la? Se isso não faz mal, se isso não prejudica, então porque nós vamos deixar de usar? Então usem e as pessoas devem procurar sim a unidade de saúde. Nós da secretaria de saúde já adquirimos os comprimidos de Ivermectina, não sei se já chegaram, mas já fizemos a compra de 60 mil comprimidos de Ivermectina e 60 mil comprimidos de Azitromicina para fazer uso nesse tratamento precoce e que está sendo preconizado por Dr. Gil”, revelou.