Sem Carnaval, comércio baiano pode ficar sem contratações em fevereiro

-
Foto: Divulgação

O período de festas de final de ano e Carnaval são períodos onde o comércio em Salvador abre espaço para novas oportunidades de empregos, principalmente no setor de serviços. A grande maioria dessas vagas é de serviços temporários. Porém, em 2021, o Carnaval não vai acontecer nos moldes tradicionais, e isso pode ocasionar uma perda para os empregos na Bahia no setor.

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Estado da Bahia, Paulo Mota, acredita que o período será de reestruturação do comércio, depois de meses fechado devido à pandemia do coronavírus. Segundo Mota, se o comércio se mantiver aberto e em alta, é possível que não haja demissões no período, porém a expectativa do setor não é de contratações.

“Não temos grandes expectativas de contratações temporárias nesse período de preparação para o Carnaval. É preciso que se tenha dimensão que o comércio iniciou o processo de recuperação após meses fechado devido à pandemia, e ainda não conseguiu total saúde. Nós ficaremos muito felizes se não houver demissões, mas contratações acredito que não haverá”, explicou. (A Tarde)