Suíca rebate vereadora e defende manter meia-passagem durante quarentena

Foto : Divulgação

O vereador Suíca (PT) se posicinou contra o projeto encaminhado à Camara Municipal pela vereadora Lorena Brandão (PSC), que pediu a suspensão da meia-passagem para estudantes de Salvador durante o período de quarentena do coronavírus. Para Suíca, Lorena “quer ajudar as empresas de ônibus a lucrarem” e “deveria fechar suas igrejas e devolver o dízimo aos fiéis”, sugeriu.

O petista defende ainda que a meia-passagem é um direito dos estudantes e deve ser mantido. “A tarifa de Salvador é a mais cara do país, isso é um absurdo. Tem de ser mantida a meia-passagem, é direito”, disse.

Ao criticar o projeto da edil Lorena Brandão, Suíca ressaltou que esse tipo de decisão atinge a população e beneficia empresas. “Não acredito que seja hora de pensar em lucro. Temos de pensar na saúde das pessoas, na autonomia e nos cuidados. O debate é neste sentido”, completa o vereador. (M1)