Suspeito de matar grávida a facadas em Salvador tem prisão em flagrante convertida em preventiva

-
Foto: Arquivo Pessoal

O homem suspeito de matar a facadas uma grávida dentro da casa onde ela trabalhava, no bairro do Canela, em Salvador, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva durante audiência de custódia nesta terça-feira (18). A informação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

Jessi Santiago dos Santos foi morta por volta das 4h de domingo (16), no bairro do Canela. Segundo a Polícia Civil, Denilson Israel dos Santos Santana, que é neto da patroa da vítima, confessou crime durante prisão. Populares dizem que ele tentou estuprar a mulher antes de esfaqueá-la.

Jessi foi enterrada no cemitério Campo Santo, no bairro da Federação, em Salvador, na tarde de segunda-feira (17).

Um comparsa do homem preso, que foi apontado como suspeito do crime, foi ouvido no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) na segunda, mas liberado depois de não ter provas que comprovem a participação dele no caso.

Com o decreto desta terça, a previsão é que o homem, que estava preso no DHPP, seja levado para complexo penitenciário de Salvador. (G1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui